02/12/2009

VI Torneio Aberto da Primavera em Búzios


Búzios não é somente cenário de novela, no último final de semana, a pequena península no litoral carioca foi palco para o VI Torneio Aberto da Primavera do Golf Club Búzios. O campeonato foi o último torneio oficial da Federação de Golfe do Estado do Rio de Janeiro, FGERJ, em 2009 e trouxe na sua Sexta edição, mudanças significativas no campo, na programação social e na premiação. O torneio reuniu quase uma centena de atletas.

O Presidente do Clube, Carlos Gasparian, informou que: “Diferentemente dos anteriores, este Torneio da Primavera foi aberto para todas as categorias”. A competição é válida para o ranking estadual, e, de forma inédita, foi aberto ao público, com uma clínica de golfe ministrada pelo atleta profissional do clube, Vitor Pessanha, onde os participantes receberam noções básicas de golfe e suas respectivas regras e tacadas.

Segundo Gasparian, o golfe vem ganhando cada vez mais adeptos e locais propícios para sua prática no Brasil. “Há dez anos, não passavam de sete mil os praticantes do esporte no país, hoje já totalizam cerca de 25 mil adeptos, movimentando um turismo específico que gera cerca de US$ 30,5 bilhões de investimentos, US$ 800 milhões por ano, só no Brasil”.

Outro ponto a destacar é que o golfe voltou a ser um esporte olímpico em 2016, no Rio de Janeiro, o que dará ao esporte uma exposição muito maior nos próximos anos. Por sua proximidade com a sede olímpica e pelo seu design, Búzios está entre as opções do Comitê Olímpico para sediar este esporte. Dos 107 campos de golfe existentes no Brasil, o campo de Búzios, é considerado um dos melhores da América Latina.

Com patrocínios da Schincariol através da Nova Schin, Hayasa-Honda, Salton, Banco de Areia e South, Cacau Show, Touch Watches, AZAI Biquinis e Pachá Búzios, o torneio contou com um lounge, disponibilizando serviços do renomado SPA Drika Saad, que em breve inaugurará uma sede em Búzios. Além disso, o torneio inovou e realizou uma exposição da artista gaúcha/buziana Ivone R., com destaque para a sua peça “discutindo relação”.

No sábado os atletas confraternizaram num jantar no renomado restaurante cubano Pátio Havana , com um menu especialmente preparado pela chef Michele sobremesa por conta da Cacau Show. Os jogadores com fôlego ainda “esticaram” nos camarotes vips da Pachá Búzios.

No domingo, após o término do torneio, houve um coquetel de sushi especialmente produzido pelo Chef Bruno, do restaurante Tartaruguinha . Houve entrega dos troféus, sorteio de brindes e brinde com espumante Salton comemorando o único hole-in-one do torneio feito pelo Arthur Carlos Costa, aliás, o seu terceiro em Búzios.

O torneio foi uma realização do Golf Club Búzios, produção da AS2 – Aline Santana Comunicação e teve o apoio da Secretaria de Esportes de Búzios, Convention Bureau, Site Sortimentos, Revista Ênfase, Revista Golf Life, Cigalon, Brigitta’s, Grupo Chez Michou, Pousada Byblos, Pousada Le Relais La Borie e Atlântico Búzios.

O hotel oficial do torneio foi o Hotel Atlântico que ofereceu uma tarifa especial para os jogadores inscritos e acompanhantes.

De acordo com Carlos Gasparian, o Torneio Aberto da Primavera foi criado há seis anos como um torneio auxiliar ao Aberto do Gávea para atender às necessidades dos jogadores de handicap alto, que não poderiam jogar no Gávea. Após 5 anos de existência e já consolidado como o segundo maior torneio de Búzios, o Primavera se separou do Gávea e agora segue carreira solo, atendendo a todos os handicaps. Este foi o primeiro Aberto da Primavera a englobar o grupo scratch, e foi muito bom ter a vitória do Rodrigo de Oliveira Silva, prata da casa e Diretor Administrativo do Clube, na categoria principal.

“Nosso objetivo é fazer do Aberto da Primavera um torneio tão importante quanto o Aberto de Búzios, em março. Dois grandes torneios, válidos para o ranking da FGERJ, e separados por 6 meses aproximadamente, aproveitando a baixa estação de Búzios, mas ainda aproveitando o máximo que esta bela cidade pode oferecer”, concluiu.

Os Resultados

O vencedor na categoria Scratch foi Rodrigo de Oliveira Silva, com 145, que havia vencido também o Aberto de Búzios, seguido de Claudio Vasconcellos do Gávea, com 161 e Edcarlos Oliveira Santos, de Búzios com 162. Na categoria até 8.5, o vencedor foi Duncan Erskine, com Carlos Smith Vasconcellos em segundo lugar e Per Atle Gustafson em terceiro, os três são jogadores de Búzios.

Na categoria até 14 tivemos um triplo empate, com 153 tacadas, sendo vencedor, pelo critério de desempate, Barry Prudhomme, seguido de Clovis Fernandes e Paulo Cesar da Silva.

A categoria até 22.1 não teve jogadores de Búzios entre os vencedores, com o primeiro lugar indo para Walter Mendes do Teresópolis, seguido por Henrique Azevedo e Eraldo Antonio da Silva, ambos jogadores da Federação., que também teve os vencedores da categoria até 29,3, com Wellington David e Paulo Occhiuzzi seguidos por Diogo Domingues de Búzios.

No feminino a vitória foi de Jacqueline Lippi, que já havia ganhado o torneio duas outras vezes, seguida por Elza Ishii. Na categoria até 16, a vitória foi de Genete Stephen, todas de Teresópolis. Na categoria até 28,2 a vitória foi da Buziana Ana Maria Faria (Bibita), seguida por Gabriela Madeira do Capixaba e pela Capitã de Búzios, Maria A. Kalempa.

O palco

Búzios se aproveita de suas belezas naturais distribuídas em suas 24 praias cristalinas, e do forte crescimento do esporte no mundo para aproveitar este filão turístico. Búzios é uma cidade que dispensa qualquer tipo de apresentação, um dos balneários mais badalados do abençoado litoral carioca e brasileiro, esta pequena, mas super desenvolvida cidade serve de passarela para as ultimas tendências do mundo todo. Encantadora, moderna, paradisíaca, Búzios é a vitrine perfeita para as marcas que pretendem lançar novos produtos.

O campo do Búzios Golf Club fica localizado numa área de dois milhões de metros quadrados, projetado pelos arquitetos Pete e Perry Dye, da Dye Designs, Colorado e sob a coordenação de Don Eudes de Orleans e Bragança, possuí mais de 1.000.000m2 de área verde com 18 buracos, vales e elevações à beira de lagos.

Dos 107 campos de golfe existentes no Brasil, o campo de Búzios, é considerado um dos melhores da América Latina, pois o campo foi desenhado procurando incorporar e valorizar os acidentes geográficos do terreno, a natureza ao redor e a topografia, de forma a oferecer o maior conforto possível aos jogadores. São marcas de um campo DYE, ainda, o contorno dramático dos fairways e greens, algumas bancas em “pits”, par 3 em ilha e a necessidade de um jogo preciso.

Dados Técnicos

· Campo com 18 buracos
· par 72
· 05 Tees diferentes para cada buraco
· Driving range completo com mais de 1000m²
· Putting green com 18 buracos
· 65 bancas pelo campo e 08 lagos

Escolinha de Golfe Búzios Golf Club & Resort

Todos os sábados, das 8 às 10 horas, o professor Vitor Pessanha, o profissional do clube, possibilita a meninos e meninas carentes, de 2 a 15 anos, terem um primeiro contato com o golfe. Vale lembrar que esse é um dos esportes que mais cresce no mundo. “Certamente o contato com o golfe poderá abrir muitas portas a esses jovens no futuro”, destaca Vitor, que um dia já foi “caddie” e vê para estas crianças uma grande oportunidade no futuro.

Atualmente a escolinha não tem patrocínio e o objetivo no próximo ano é investir em um projeto social junto ao Ministério do Esporte salientando a importância desta escola que possibilitará a estas crianças usar o golfe como ferramenta de promoção de valores, desenvolver a consciência ambiental, e através deste projeto serem descobertos novos talentos no esporte e estimular o aprendizado acadêmico.

Além dos fundamentos de golfe, que são ministrados fora dos horários escolares das crianças, os alunos também poderão desfrutar de alimentação e de transporte gratuito, fornecido pela prefeitura local.


Assessoria de Comunicação AS2