20/09/2014

Interfederações:RJ ainda pode vencer no masculino e feminino




Depois de uma primeira rodada tumultuada pela chuva e com cancelamento dos jogos da tarde, mas com pontos valendo integralmente por uma conta de proporcionalidade, as equipes masculina e feminina de São Paulo lideram o 19º Torneio Interfederações que está sendo jogado no clube Curitibano, em Quatro Barras, no Paraná. A competição termina no domingo, mas nada está decidido.
No masculino, São Paulo, com 9 pontos (três vitórias) enfrentam o Rio Grande do Sul, que tem esse jogo e outro contra a equipe da Fecong, e se vencer ambos os gaúchos empatam em primeiro com 9 pontos e levam o título no confronto direto. Se isso acontecer, a única que podem ameaçar esse quadro é a Federação de Golfe do Estado do Rio de Janeiro, patrocinada pelo Azeite 1492, que se vencer a Federação Paranaense e Catarinense também vai a nove pontos e provoca um tríplice empate na liderança, que será decidido a favor de quem tiver vencido mais buracos na competição (pontos pequenos).
Mulheres – No feminino, com apenas três equipes, todas jogando três rodadas contra todas, São Paulo também lidera, mas o Rio de Janeiro, patrocinado pelo Azeite 1492, que busca o bicampeonato, pode empatar em primeiro se vencer São Paulo e ambos passarem pelo lanterninha Paraná/Santa Catarina. Mas até o time paranaense e catarinense vencer os dois jogos e Rio ganhar de São Paulo, haverá um tríplice empate, só decidido pelo critério de buracos ganhos durante a competição.
No Interfederações estão em disputa as taças Seymour Marvin, no masculino, em homenagem a um dos fundadores da Associação Brasileira de Golfe, que deu origem à Confederação, e a Dora Nardy, no feminino, uma das maiores incentivadoras do golfe entre as mulheres no Brasil.