20/02/2015

Candy Hannemann anuncia retorno ao golfe profissional


A carioca Candy Hannemann, de 34 anos, anunciou seu retorno ao golfe profissional feminino e tentará vaga para representar o país nos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro. A notícia foi divulgada pelo Golf Week e confirmada pela Confederação Brasileira de Golfe, através da sua página oficial.
Candy, que iniciou sua carreira no Gavea Golf & Country Club, em São Conrado (RJ), planeja jogar de 10 a 15 torneios do Symetra Tour em 2015, o circuito de acesso ao LPGA Tour, onde ela tem cartão por ter se afastado por questões médicas. Sua reestreia está programada para o Florida´s Natural Charity Classic, de 27 a 29 de março, nos EUA. O último torneio da carioca no LPGA Tour foi o Kapalua Classic, em outubro de 2008, onde ela não passou o corte. A última vez que pontuou para o ranking foi em abril de 2008, quando terminou em 20º lugar no Corona Championship.
Histórico – Candy Hannemann começou a jogar aos nove anos no Gavea Golf. Aos dezesseis, ela foi a primeira a conquistar os dois títulos femininos mais importantes do país na mesma temporada: campeã amadora e adulta. Candy fez parte também dos selecionados nacionais campeões do Campeonato Sul-Americano Juvenil por Equipes, a Copa Los Andes: em 1997, no Gavea Golf; e em 1998, na Colômbia.
Já morando nos Estados Unidos, Candy acumulou resultados expressivos, seja pela AJGA (American Junior Golf Association) ou quando ingressou na equipe da Duke University, onde conquistou títulos da NCAA por equipe em 1999, 2001 e 2002. Em 2001, a carioca foi campeã individual da NCAA. Antes de se profissionalizar, Candy foi ainda a melhor amadora do U.S. Women`s Open de 2001 ao terminar em 30º lugar no major mais importante da temporada.
A carreira profissional de Candy começou em 2002 no Futures Tour, o circuito de acesso ao LPGA Tour. No ano seguinte, ela venceu dois torneios do circuito para encerrar a temporada em terceiro lugar e garantir seu cartão para o LPGA Tour. Seus melhores resultados no LPGA foram conquistados de 2004 a 2006, quando terminou seis vezes entre as dez primeiras e uma entre as cinco e ganhou US$ 400 mil em prêmios. Em 2007, ela sofreu uma séria contusão no pulso e a lesão atrapalhou sua carreira. Candy Hannemann participou pela última vez de um torneio do LPGA Tour em 2009, no Itanhangá, o HSBC Brasil Cup, onde aparece cumprimentando as crianças na foto acima.