02/12/2013

Brasil conquista a medalha de bronze na Copa Los Andes


Mostrando um poder incrível de recuperação, a equipe masculina do Brasil conquistou a medalha de bronze na Copa Los Andes, o Campeonato Sul-Americano de Golfe por Equipes, encerrada no sábado, dia 31, no campo do Los Lagartos, em Bogotá, na Colômbia. A Argentina ficou em primeiro no masculino e as donas da casa venceram no feminino.
Depois de estrear empatado em sexto e penúltimo lugar, o time masculino subiu para quarto no segundo dia e dormiu vice-líder na sexta, depois que a terceira rodada foi interrompida pela chuva. Após a conclusão do terceiro dia, na manhã de sábado, o Brasil voltou ao quarto lugar, antes de empatar em terceiro e levar o bronze. A equipe somou 11 pontos, com quatro vitórias, três empates e duas derrotas, para empatar em terceiro com o Chile, mas ganhar o bronze no primeiro critério de desempate: vitória no confronto direto. A Argentina foi a campeã, com 13 pontos, também no critério de desempate contra a Colômbia, o outro time que somou 13 pontos. O time do Uruguai foi rebaixado.
O equipe masculina, comandada pelo capitão Octávio Villar, o Fanta, teve como grande destaque o carioca André Tourinho, que venceu todos os seus oito jogos. Completaram o time o mineiro Tomaz Pinheiro, os gaúchos Gustavo Chuang e Leonardo Conrado e o paranaense Luis Thiele.
Entre as mulheres, o Brasil chegou à rodada final em último lugar, com dois empates e quatro derrotas, mas venceu os dois jogos do sábado, contra Chile e Venezuela, ambos por 6 a 2, para somar 6 pontos no total e terminar em sexto lugar entre os nove participantes. A Colômbia empatou com a Argentina em primeiro, ambas com 13 pontos, mas foi campeã no critério de desempate. O Peru levou o bronze após empate com o Paraguai, ambos com nove pontos, seguidos por Bolívia, a quinta colocada com sete.
O time feminino, capitaneado por Adriana Niclotti, foi formado pela carioca Clara Teixeira e as paulistas Nathalie Silva, Daniela Murray, Luiza Altmann e Luciane Lee. O Chile terminou em último no feminino, com dois pontos e foi rebaixado, ficando fora do torneio do próximo ano.
A equipe brasileira contou com o patrocínio do HSBC através dos recursos da Lei de Incentivo ao Esporte do Ministério do Esporte e da Lei Agnelo Piva, do COB. Integraram a delegação brasileira o preparador físico Paulo Mazzeo, o "coach" inglês Shaun Case e Paulo Pacheco, presidente da Confederação Brasileira de Golfe.