24/11/2019

Ademir Santana vence etapa do Master de reestreia do Aretê Búzios


Ademir Santana, na categoria sênior; Roberto Correa, na pré-sênior; e Meidy Gama, na feminina, foram os campeões da sétima e última etapa do Master Tour da FGERJ, mas o maior ganhador do evento encerrado neste domingo, 24 de novembro, foi o golfe do Rio de Janeiro, com a reestreia do Golfe Clube Aretê Búzios, que recebeu sua primeira competição oficial após 16 meses fechado para obras de modernização. Um evento que promete ser um divisor de águas no golfe do estado, que volta a ter mais um campo capaz de atrair golfistas de todo o mundo e de receber competições internacionais de qualquer porte.

As obras de melhoria do campo, que teve seus 18 greens refeitos e ganhou sete novos lagos, entre muitas outras novidades, foi um desafio para Sebastião Neres, da NGA Golf, que teve a missão de comandar as obras sem descaracterizar o único percurso do designer americano Pete Dye no Brasil. A obra que em grande parte seguiu projeto de Perry Dye, filho de Pete Dye, da Dye Designs, demandou conhecimento técnico, tempo e o investimento do Grupo Opportunity que, juntamente com o Grupo Modiano, controla o complexo Aretê, que inclui o campo de golfe.

Padrão Internacional – Carlinhos Smith, líder do primeiro dia, perdeu o título scratch sênior para Santana, do Petrópolis, e o segundo lugar para Jorge Luiz da Silva, do Teresópolis, mas saiu satisfeito com a qualidade do novo percurso, que, segundo ele, que joga em Búzios desde a inauguração do campo, ficou ainda melhor do que o original. “Todo mundo que ama Búzios ficou feliz com o resultado, pois toda a região vai se beneficiar em ter de volta um campo de golfe de padrão internacional”, diz Carlinhos, proprietário da Pousada Tartaruga, uma mas mais bonitas e aconchegantes da cidade.

“Além de nos dar um campo de golfe melhor, os investidores estão criando um novo bairro, com marina, clube, tênis, algo que vai alavancar a economia e o turismo da região, que tem mais de 600 pousadas e recebe muita gente da América do Sul, em especial Argentina, Chile e Uruguai, países para os quais o turismo de golfe também é um forte atrativo”. Carlinhos lembra ainda que com a retomada dos negócios do petróleo em Macaé dezenas de golfistas internacionais que trabalham nas plataformas irão se beneficiar de Búzios, e que o Rio de Janeiro, com o Campo Olímpico, e os tradicionais Gávea e Itanhangá recentemente reformados, volta a ser um destino dos mais importantes para o esporte.

Vitória – Ademir Santana foi campeão sênior com 176 (87-89) tacadas, contra 180 (90-90) de Jorge Luiz da Silva, que levou o troféu de vice-campeão. Santana terminou a temporada invicto depois de vencer as cinco etapas que disputou, uma delas com um empate em primeiro lugar. A seguir, terminaram Carlinhos, com 181 (86-85), João Carlos Cutini, do Clube Capixaba, com 191 (87-104), e Fernando Fernandes, filiado à FGERJ, com 194 (94-100), um quinto lugar que lhe bastou para ser o vice-campeão do ranking sênior de 2019.

Carlinhos perdeu o troféu de vice-campeão scratch por uma tacada, mas levou a taça de campeão por handicap índex até 14, com 155 (73-82), com Fernando Fernandes vice-campeão com 162 (78-84). Na 14,1 a 22,1, dobradinha do Aretê Búzios, com José Carlos Fragoso campeão com 142 (69-73), e Roberto Maueler vice, com 149 (73-76). E na 22,2 a 29,3, Carlos Eli Sanches, filiado à FGERJ, venceu com 150 (73-77) tacadas, com Guilherme Menezes, do Teresópolis, vice com 150 (80-75).

Pré-sênior e feminino – Entre os pré-seniores, o campeão scratch foi Roberto Correa, do Gávea, presidente da FGERJ, que somou 182 (91-91) tacadas. Leandro Apolinário, do Itanhangá, vice-presidente da FGERJ, terminou em segundo na etapa, mas vai terminar o ano como campeão do ranking pré-sênior de 2019. Marcelo Murata, do Teresópolis, terceiro da etapa, com 184 (101-83), foi o vice-campeão do ranking pré-sênior de 2019 e ganhou também o título da categoria pré-sênior até 14, com 155 (78-77). Na 14,1 a 29, venceu Winston Lewis, do Itanhangá, com 155 (79-76), seguido por Patrick Reis de Souza, do Frade, com 156 (73-83).

Entre as mulheres, Meidy Gama, do Gávea, a número 1 do ranking da FGERJ, venceu de ponta a ponta, com 161 (77-84) tacadas. Márcia Sampaio, do Petrópolis, que já entrou em campo com o primeiro lugar do ranking sênior de 2019 garantido, foi a vice-campeã, com 183 (91-92). Márcia levou ainda o troféu de campeã da categoria única feminina com handicap com 149 (74-75) tacadas.

Social – O vento sudeste, com rajadas de pouco mais de 20 km/h surpreendeu os jogadores locais, acostumados com o vento nordeste, mas deixou o dia mais fresco e agradável para se jogar. No sábado os jogadores puderam degustar uma deliciosa Paella, preparada ao vivo e no domingo o evento terminou com um elogiado churrasco de confraternização, seguido da cerimônia de entrega de prêmios que teve a mesa formada por Carlos Gasparian, presidente do Aretê Búzios; Roberto Correa, presidente da FGERJ, seu vice, Leandro Apolinário, e seus diretores Gerde Peixoto e Marcos Sugaya, além de Pedro Bulhões, do Grupo Opportunity, e Vitor Peçanha, Head Pro do Clube de Golfe Aretê Búzios.

A etapa do Aretê Búzios do Master Tour da FGERJ teve patrocínio do Hotel Aretê e apoios da Cervejaria Petrópolis e Cachaça Cabaré, que fizeram degustação de seus produtos. A organização foi da FGERJ e do Aretê Búzios.

CLIQUE AQUI para conferir os resultados completos!