02/06/2007

Prova para os profissionais


O profissional Tony Bennett chegou ao Brasil no dia 28 e aplicou testes teóricos e práticos para 14 profissionais dentro do Programa de Qualificação da PGA do Brasil. As provas foram realizadas de terça até quinta-feira, no FPG Golf Center, em São Paulo. Considerado um dos melhores instrutores de golfe do Mundo, Bennett é master teacher da PGA da Grã-Bretanha e Irlanda e reside na cidade de Faro, em Portugal.

Os testes foram aplicados para profissionais que cursaram as semanas 1 e 2 do aperfeiçoamento e concluíram suas tarefas à distancia. Bennett também repetiu o da 2ª semana aos profissionais que compareceram à 1ª semana, mas que faltaram à 2ª; e treinou os futuros professores do programa, os tutores.

O objetivo dos testes não é selecionar tutores, mas sim, avaliar o desempenho e conhecimentos dos profissionais que cursaram as duas semanas do 1º ano. Como em qualquer boa escola, os testes e tarefas não foram fáceis e só aqueles que foram aprovados (e para isso precisaram ter boas notas em dois testes práticos, um teste escrito e nas três tarefas à distância) poderão seguir adiante e iniciar os estudos do 2º ano que começa no 2º semestre de 2007.

Entre os aprovados estão os profissionais do Rio de Janeiro Nico Barcellos, Erik Andersson e Vitor Pessanha, que passaram para o 2º ano do curso.

Durante esta semana de testes, ontem alguns dos profissionais receberam treinamento para exercer o trabalho de tutor. Os tutores, que auxiliarão no futuro treinamento de profissionais, para continuidade do Programa de Qualificação da PGA do Brasil, serão escolhidos por Bennett também no 2º semestre deste ano.