17/03/2014

Jon Curran vence de ponta a ponta o Brasil Champions


O americano Jon Curran não deu chance aos seus competidores e venceu neste domingo o Brasil Champions apresentado pelo HSBC, disputado no São Paulo Golf Club, na Zona Sul da capital paulista. A vitória lhe rendeu um prêmio de US$ 144 mil, do total de US$ 800 mil distribuídos, a maior premiação do golfe na América do Sul. Essa foi a etapa brasileira do Web.com Tour, o circuito de acesso ao PGA Tour americano.
Curran liderou o torneio de ponta a ponta e finalizou com 259 tacadas (- 25 em relação ao par do campo, com parciais de 61/64/65/69). Sua rodada inicial de 61 tacadas bateu o recorde do São Paulo Golf Club após uma reforma feita em 2006. "Joguei muito bem a semana toda. O campo estava espetacular. Certamente é um dos melhores campos e torneios da temporada", disse o campeão.
O vice-campeão foi o alemão Alex Cejka, com 263, ou – 21 (65/66/63/69). Ele foi um dos jogadores mais acompanhados pelo público que lotou o entorno do buraco final do São Paulo Golf Club, pois é ganhador de US$ 8 milhões no PGA Tour e de € 4,8 milhões no European Tour,
O terceiro colocado foi o australiano Ash Hall, com 264, ou – 20 (65/64//65/70). Dois outros destaques da final foram o colombiano Manuel Villegas, que jogou 5 abaixo para chegar a 266, ou – 18 (67/66/67/66) e ficar em quarto, e o americano Casey Wittenberg, que jogou – 6 para terminar empatado em 5º lugar com o mexicano Oscar Fraustro, ambos com 267 (- 17).
Brasileiro ganha vaga na etapa seguinte – O brasileiro melhor colocado foi o paulista Lucas Lee, que somou 272, ou – 12 (69/68/67/68), para ficar sozinho em 21º lugar. Como terminou entre os 25 primeiros colocados, ele ganhou o direito a uma vaga para disputar o Panama Championship, a próxima etapa do Web.com Tour, que começa na próxima quinta-feira na Cidade do Panamá.
"Quero aproveitar essa oportunidade e espero seguir jogando bem", disse Lee, que atualmente disputa o PGA Tour Canada (que inicia em julho) e o One Asia Tour, circuito de golfe profissional disputado na Ásia. Lee só chegou às finais do Brasil Champions após ter feito um albatroz (uma das jogadas mais raras do golfe) no buraco 17 – ele concluiu o buraco de par 5 em duas tacadas, após ter acertado o buraco de uma distância de 221 jardas, ou cerca de 200 metros.
O paulista Ronaldo Francisco, número 1 do ranking profissional brasileiro, terminou empatado em 41º lugar, com 276 tacadas (66/66/71/73), e o gaúcho Fernando Mechereffe ficou em 62º lugar, com 279 (67/69//70/73).
Alexandre Rocha, primeiro brasileiro a ganhar US$ 1 milhão em torneios da família do PGA Tour, ficou com – 2 e não passou o corte. Os demais brasileiros que disputavam o torneio também esbarraram no corte: Felipe Navarro, Rafael Becker, Philippe Gasnier, Rafael Barcellos, Daniel Stapff e Erik Andersson.
Juntos, os atletas que jogam em São Paulo esta semana ganharam US$ 234 milhões em prêmios na carreira em torneios do PGA Tour e Web.com Tour. Os 25 primeiros colocados do ranking do circuito ganham vagas para a elite do golfe, no final da temporada. Já os colocados entre o 26º e o 50º lugar podem disputar outras 25 vagas com atletas do PGA Tour que não terminaram a temporada entre os 125 primeiros de seu ranking.
O Brasil Champions foi apresentado pelo HSBC e também teve como patrocinadores a Sportv, a BMW, Azeite 1492, Klabin e YKP. Nespresso é o café oficial, e a Rolex é o relógio oficial. A organização foi da Confederação Brasileira de Golfe e promoção da IMX. O evento contou com recursos da Lei de Incentivo ao Esporte do Ministério do Esporte, com apoio do São Paulo Golf Club e da Federação Paulista de Golfe.
Confira aqui os resultados completos.