20/09/2015

Ab. do Brasil: Léo Kitahara e Robison Gomes vencem seletiva


Os golfistas que disputarão o Aberto do Brasil apresentado por Credit Suisse Hedging-Griffo já começaram a treinar no Itanhangá Golf Club, no Rio de Janeiro, local da competição que acontece de quinta a domingo e que distribuirá US$ 175 mil em prêmios. O evento também vale pontos para os rankings mundial e olímpico, e faz parte do PGA Tour Latinoamérica, o principal circuito de golfe do continente.
Na manhã desta segunda-feira, foi disputada uma classificatória que definiu 11 competidores extras para o torneio, composto em sua maior parte por membros do PGA Tour Latinoamérica. O profissional paulista Robison Gomes e o amador Leonardo Kitahara jogaram 73 tacadas para terminar em primeiro lugar.
O último golfista classificado foi o boliviano Kevin Muriel, com 78. O amador paulista Pedro Nagayama, que também jogou 78, é o primeiro reserva da competição. Também se classificaram mais um boliviano, três argentinos, dois brasileiros, um alemão e um cubano.
O gaúcho Adilson da Silva, que está na zona de classificação para os Jogos Olímpicos Rio 2016, aproveitou para treinar o jogo curto. “Visitei minha família em Santa Cruz do Sul (RS) na semana passada e não pude treinar, pois estava chovendo. É bom estar de volta para competir no Rio de Janeiro depois de 15 anos”, diz ele, que atualmente disputa os circuitos asiático e sul-africano. Nesta terça-feira pela manhã, Silva jogará uma volta de treino no Itanhangá para fazer reconhecimento de campo.
O Aberto do Brasil é etapa do PGA Tour Latinoamérica, o principal circuito de golfe do continente, que dá vagas para o Web.com Tour, que por sua vez é a única forma de se classificar para o PGA Tour, onde está a elite do golfe mundial. O Aberto do Brasil é organizado pela Confederação Brasileira de Golfe (CBG) e tem promoção da IMM.
O Aberto do Brasil será disputado em quatro dias. Após as duas primeiras rodadas, haverá um corte, e apenas os 55 melhores classificados e empatados disputarão as duas rodadas finais.
O Aberto do Brasil tem o patrocínio máster da Credit Suisse Hedging-Griffo e patrocínio da BMW, Sportv, Localiza, Rodobens, Kalunga, Klabin, Azeite 1492, Evolution Sat e Trio. O relógio oficial é Rolex, o café oficial é Nespresso e a cerveja oficial é a Itaipava Premium. O campeonato conta com recursos da Lei de Incentivo ao Esporte do Ministério do Esporte e apoio do Itanhangá Golf Club e Federação de Golfe do Estado do Rio de Janeiro. O evento é organizado pela Confederação Brasileira de Golfe, com promoção da IMM e é sancionado pelo PGA TOUR Latinoamérica.