19/12/2006

Estátua do golfista Mario Gonzalez inaugurada no Gavea


Foi inaugurada no dia 12 de Dezembro, no Gavea Golf & Country Club, a estátua de um dos maiores jogadores de golfe do Brasil, Mario Gonzalez.

A estátua é uma homenagem a Mario Gonzalez pelo grande golfista brasileiro que foi e está situada na sede do Gavea. Possui 2 metros de altura e foi feita por Edgar Dulvivier.

Mario Gonzalez, 82 anos, brasileiro, casado, nascido em Santana do Livramento, Rio Grande do Sul, começou a jogar golfe com 8 anos de idade, tendo seu pai como seu professor. Aos 17 anos, como amador venceu o Campeonato de Amadores da Argentina e uma semana depois o Campeonato Aberto Argentino (amadores e profissionais), considerado na época o torneio de golfe mais importante da América do Sul.

Em 1949 mudou-se para o Rio de Janeiro contratado pelo Gavea Golf & Country Club, como seu 1º Profissional, onde depois de 35 anos, aposentou-se. Hoje exerce a função de Assessor Esportivo.

Na área internacional venceu muitos torneios, sendo os mais importantes, o Campeonato de Amadores da Argentina, Aberto da Argentina, 1° Amador do Aberto Argentino, Aberto do Uruguai, 1° Amador do Aberto do Uruguai, Aberto do Sul da Argentina, Campeonato Amador da Espanha, Aberto da Espanha, Campeonato Internacional de Duplas Mistas de Portugal, Saint George Cup da Inglaterra, 1° colocado Amador no Campeonato Aberto da Inglaterra e vencedor da classificação do Campeonato Amador dos EUA.

No Brasil também conquistou muitos títulos, como o Amador Brasileiro, Aberto Brasileiro, 1° Amador do Aberto Brasileiro, com um total de 20 vitórias nacionais. Venceu também Torneios Abertos de Clubes brasileiros como os do Gavea Golf, Petrópolis, Teresópolis, Internacional, Clube de Campo, São Paulo Golf Club, Santos, Graciosa, São José, Guarujá, entre outros.

Jogou com os melhores jogadores do mundo, tais como Bobby Jones, Gene Sarazen, Henry Cotton, Martin Pose, Roberto de Vicenzo, Ricardo Rossi, Peter Thompson, Kel Nagle, Sam Snead, Arnold Palmer, Billy Casper, George Archer, Flory Van Donck, Lloyd Mangrum e muitos outros.

Recentemente foi mencionado na revista americana “Golf Digest” por Peter Thompson (cinco vezes vencedor do Aberto Britânico) como um dos dez melhores jogadores do mundo com quem já jogou.

Teve a grande satisfação de poder ser Professor de todos esses jogadores abaixo mencionados: H. C. Almeida; J. B. Correia; Carlos de Almeida ; J.J. Barbosa; M. Almeida Filho; Roberto Gomez; W.C. Ratto; F.C. Barcellos; R. Falkenburg; L.F. Smith; Collin Woods; E. Andersen; Mario Filho; Rafael; Jaime; Pilar (filhos e esposa); Eudes de Orleans e Bragança Filho; Ismar Brasil; D.I. Macfarlane; Ricardo R. Rossi; Aldo Wolf; Plínio P. Guimarães; Carlos Sozio; Nestor Sozio; Rodrigo Lacerda Soares Filho; Arminio Fraga; Luís L. Teixeira; Lauro de Luca; J. W. Simonsen; Marcelo Stallone; C. Dluhosch;

Mario foi merecedor do título de Sócio Honorário de diversos Clubes do Brasil como também da Confederação Brasileira de Golfe e Associação Brasileira de Golf Sênior. É autor, juntamente com Bia Borges, do livro “GOLF NO BRASIL”.

No dia 25 de maio de 1996, recebeu o grau de OFICIAL DA ORDEM DO RIO BRANCO do Exmo. Sr. Luiz Felipe Lampreia, Ministro de Estado das Relações Exteriores, por ter elevado o país ao nível internacional na prática do golfe.